segunda-feira, 24 de outubro de 2011

O nosso “Mar” de água doce!!!

                                                          ( Paria de Mosqueiro)
Olá blogueiros de plantãooooooo


Saudades de escrever, saudades de estar por aqui, falar de mim e saber de vocês...
E falando nisso, hoje estive em nossa bucólica ilha de Mosqueiro, com suas paisagens exuberantes e de natureza sem igual e que é distrito de Belém – Pará.
Mosqueiro foi fundado em julho de 1895, ilha fluvial locaalizada na costa oriental do Rio Pará, no braço sul do Rio amazonas, em frente à Baía do guajará, Possui uma área de aproximadamente 212 km² e está localizada a 70 km de distância do centro da capital Belém, com uma população de 50.000 habitantes, Possui 17 km de praias de água doce com movimento de maré, possivél assim a prática do surf, pode????DEUS é maravilhoso com o Pará.
Fui pesquisar o que significa a palavra Mos queiro e descobrir que O nome "Mosqueiro" é originário da antiga prática do "moqueio" do peixe pelos indígenas tupinambás que habitavam a ilha....Os verdadeiros mosqueirenses....já que nós invadimos o espaço deles...
Mosqueiro teve início no final do século XIX e está ligada ao ciclo da borracha. Foram os estrangeiros, atraídos pela exuberância da economia da capital, os primeiros a valorizar a ilha como local de veraneio. Foram eles que construíram os casarões que ainda hoje podem ser vistos em torno da orla das praias do Farol, Chapéu Virado, Porto Arthur e Murubira. Os barões da borracha encamparam a descoberta. Começava assim o processo de ocupação da ilha.
Eu amo Mosqueiro, sua beleza natural, suas praias belissímas, seu povo acolhedor, suas comidas típicas e farta e claro não pode deixe de ir comer o pastelzinho mais gostoso de Mosqueiro que fica na praia do ariramba é tem mais 60 anos de tradição: pastelzinho do S. Oliveira. Tem de queijo, carne, camarão...hummm

Não deixe de visitar Mosqueiro e comprovar o que eu estou dizendo, lá você não deixar de conhecer as praias do Paraíso, Marahú, Grande e Baía do Sol e que ainda são as únicas praias de água doce que produzem “ondas” assim podendo ser praticado o esporte do surf e kaite surf; você não pode deixar de ver os maravilhosos casarões construídos pelos Os barões da borracha, no século XIX, no ciclo da borracha e ainda podem ser vistos em torno da orla das praias do Farol, Chapéu Virado, Porto Arthur e Murubira; você também não pode deixar de visitar o Mercado Municipal e ver a fartura de peixes, frutas e legumes existentes na região; E tem ainda o café da manhã com tapioca na Praça Matriz de Mosqueiro (temos tapiocas de todos os sabores que você imaginar...); e depois claro almoçar em várias opções de restaurantes e saborear nossos sucos e pratos regionais e nossas peixadas com nossos peixes da região.
Lá encontramos também belos e modernos hotéis e resort’s que oferecem aos paraenses e aos turistas o melhor da culinária paraense, passeios pelas ilhas, trilhas na mata, e etc.
Encontramo-nos lá...

                                          by Janine Santos.




Trapiche da Vila





Tapiocaria em Mosqueiro.


Monumento Histórico de mosqueiro - casarão do tempo da borracha.
 

Nenhum comentário: